Sobre o Al Janiah Reinvindicar

0 / 5

Ponto de encontro, de conversa, debate, reflexão, cultura e gastronomia. É difícil descrever o Al Janiah: misto de restaurante, balada, centro cultural. Um projeto arriscado, velha ideia de Hasan, uma tentativa de juntar oportunidade profissional, sobretudo para refugiados e imigrantes recém chegados, espaço de criação política e de troca cultural, com gastronomia e musica.

O Al Janiah surgiu em janeiro de 2016 com pouco dinheiro em mãos, quase nenhuma experiência profissional na área. Foi bastante difícil dar o primeiro passo, mas continua sendo seguir caminhando.

Da Palestina ao Congo, a Angola, a Argentina, a Bolívia, a Colômbia e aos vários Brasil, nesse curto intervalo de tempo, o Al Janiah já recebeu artistas, intelectuais e ativistas de diversas origens e partes do mundo.

Entre tantos problemas e contradições que carregamos, a gente sabe que o Al Janiah tem alma. E é uma alma palestina: resiliente e resistente à condição imposta de refúgio desde a nakba em 1948, saudosa e construtiva, e sobretudo hospitaleira. Aqui é um pedaço de Palestina Livre e todo mundo que chegar com coração aberto, vira palestino também.

Inscreva-se e Publique no LastroRegistre os artistas, curadores, pesquisadores, produtores e espaços.